Publicado em 07/07/2022 às 18:07

Compra

Entenda o Que É SFH e Impactos em Financiamentos!

Você sabe o que é o SFH (Sistema Financeiro da Habitação)? Esse dispositivo, criado pelo Governo Federal, tem como finalidade a redução do déficit habitacional brasileiro. 

Esse sistema garante recursos do governo para instituições financeiras, que oferecem carteira de crédito para o financiamento da casa própria, com juros mais baixos e empréstimo de até 80% do valor do imóvel.

Vamos entender mais o que é o SFH, como ela funciona e os impactos nos financiamentos imobiliários. Confira!

O Que É SFH?

SFH

O SFH é a sigla para Sistema Financeiro de Habitação, um programa de financiamento habitacional criado, em 1964, pelo Governo Federal, no sentido de facilitar a compra de imóveis ou a construção da casa própria. 

Como já falamos no começo deste artigo, o objetivo do SFH é diminuir o déficit habitacional do país, possibilitando o crédito de longo prazo para o pagamento das unidades habitacionais, com juros baixos.

Como Funciona o Sistema Financeiro de Habitação (SFH)?

Hoje, a Caixa Econômica Federal é o principal intermediário do financiamento SFH. Para a liberação dos recursos, o governo estipulou uma série de regras que, inclusive, são fiscalizadas pelo Banco Central.

Além disso, o financiamento por meio do SFH oferece juros menores de, no máximo, 12% ano e uma cobertura de até 80% do valor total do imóvel, incluindo também as despesas acessórias da transação financeira.

Sem contar que o prazo de pagamento permitido pelo Sistema Financeiro de Habitação  é de até 35 anos, que corresponde a 420 meses. 

O sistema permite ainda o refinanciamento em até 50% do prazo inicial e o uso do FGTS para o abatimento das parcelas e amortização da dívida.

Quais as Vantagens do SFH?

Uma das vantagens do SFH é a possibilidade de receber recursos de um jeito rápido para a compra de um imóvel, com juros baixos e um longo prazo de pagamento. 

Sem contar que o programa cobre até 80% do valor total do imóvel, ou seja, os compradores não precisam ter a grana toda para realizar o sonho da casa própria.

Quais as Desvantagens do SFH?

Uma das desvantagens é que as instituições financeiras cobram diversas taxas para fazer o cadastro junto ao SFH e também não cobrem 100% do valor do imóvel, o que pode ser um problema para quem não tem nenhum valor de entrada disponível.

Outra desvantagem do SFH é que o mutuário não pode ter restrição de crédito ou nome negativado.  

Quais São as Regras do SFH?

Além de não ter o nome “sujo, o financiamento SFH exige algumas condições para liberação do crédito, como:

  • ser brasileiro, naturalizado ou ter visto permanente para estar no Brasil;
  • ter renda suficiente para pagar a prestação mensal;
  • ter mais de 18 anos ou ser emancipado após os 16.

Quem Pode Obter os Recursos do SFH?

Para obter os recursos do SFH, os interessados precisam atender às regras citadas acima e também o programa determina que o imóvel adquirido deve ter finalidade residencial e não funcionar, por exemplo, como um estabelecimento comercial.

Além disso, o financiamento pelo SFH também exige que o mutuários trabalhe por, pelo menos, três anos sob o regime do FGTS (isso inclui períodos de trabalho seguidos ou não, em uma ou mais companhias).

O mutuário também não pode ter financiamento ativo no SFH e não pode possuir outro imóvel residencial urbano, concluído ou em construção.

Qual a Diferença Entre SFI e SFH?

SFH

O Sistema Financeiro de Habitação é um programa habitacional do governo criado, principalmente, para promover a construção e a compra da casa própria por parte dos brasileiros, principalmente, pela classe de renda mais baixa. 

Os interessados podem financiar imóveis de até  R$ 1,5 milhão. Já o SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário) permite a carta de crédito com um valor superior a R$ 1,5 milhão, usado, principalmente, por pessoas jurídicas, com finalidades comerciais.

Como Usar o FGTS no Financiamento de SFH?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço pode ser utilizado pelo mutuário que financiar um imóvel por meio do SFH, porém, as regras determinam que a moradia deve ser urbana usada ou nova, custar até R$ 1,5 milhão e não ter pendências na matrícula por dívidas do vendedor.

Além disso, o imóvel em questão também não pode ter sido comprado com a utilização do FGTS nos últimos três anos.

Quais Imóveis Podem Ser Financiados Com o SFH?

Outro ponto importante do financiamento SFH é que o programa  não é válido para qualquer imóvel, já que o bem precisa atender alguns requisitos, como os seguintes:

  • registro no Cartório de Registro de Imóveis competente;
  • ter caráter residencial e estar localizado em áreas urbanas;
  • não ter sido negociado com a utilização do FGTS nos últimos três anos, tanto na construção como na compra de imóvel pronto;
  • ter preço igual ou menor ao determinado pelas regras do sistema;
  • estar localizado no mesmo município em que o comprador exerce a sua ocupação principal ou na cidade em que o  interessado resida por, pelo menos, 1 ano.

Conclusão

Você atende aos requisitos do SFH? Então, comece agora mesmo a procurar os melhores imóveis para morar. Saiba que o melhor lugar para comprar casas, apartamentos e terrenos é na nossa plataforma Urbay pode te ajudar.

No nosso portal, você também pode tirar todas as suas dúvidas com uma equipe especializada no setor imobiliário. Acesse agora mesmo a plataforma Urbay e encontre as melhores opções para morar ou investir.

 

Nós usamos cookies

Este site usa cookies para aprimorar sua experiência de navegação.

ok